Os rinocerontes e o capitalismo

Captura de Tela 2017-06-28 às 20.38.14.png
Nos anos 90, chegou ao ápice o risco de extinção dos rinocerontes brancos: sobravam apenas 20 exemplares em uma reserva da África do Sul. Estavam sendo mortos para vender seus chifres (alguns acreditam que tenham propriedades terapêuticas). Animalistas, ONGs e a opinião pública em geral se indignaram culpando o egoísmo, a busca pelo lucro e outros fatores antropológicos. Continuar lendo “Os rinocerontes e o capitalismo”