Ficha limpa não elimina corrupção, diz cientista político

17353440_1523644724335920_2773865653195926079_nA corrupção no Brasil é um problema, mas não tão grave quanto parece. E para de fato enfrentá-la é inútil alimentar a ideia de que basta eleger políticos ficha-limpa. É preciso acabar com a concentração de medidas e decisões que dependem do Estado e que muitos agentes públicos se especializam em vender em troca de propina.

Essas são algumas das avaliações de Adriano Gianturco, cientista político italiano radicado no Brasil desde 2011 e que tem se dedicado a estudar a percepção sobre a corrupção no país.

Continuar lendo “Ficha limpa não elimina corrupção, diz cientista político”

O Brasil é pouco corrupto, diz pesquisa – e a corrupção é um “privilégio” para poucos

Risultati immagini per instituto mises brasil

O Brasil não é tão corrupto quanto se pensa. É o que mostram os dados da última pesquisa do Barômetro Global da Corrupção (BGC), realizada pela ONG Transparência Internacional. Essa pesquisa mostra que apenas 11% dos brasileiros pagaram propina nos últimos 12 meses, fazendo o Brasil o país menos corrupto na América Latina e Caribe com exceção de Trinidad e Tobago.

A pesquisa também mostra que, apesar da percepção ser alta sobre o quão corruptas são as instituições, essa percepção não está entre as maiores. Com efeito, somente 11 países têm uma percepção mais baixa de corrupção que a brasileira na América Latina. Continuar lendo “O Brasil é pouco corrupto, diz pesquisa – e a corrupção é um “privilégio” para poucos”

Se não somos racionais, os políticos tampouco são

huffington-post-95Neste mês, foi atribuído o Nobel de Economia a Richard Thaler por seus trabalhos sobre racionalidade e economia comportamental. Ele teria demonstrado que os agentes econômicos não são “perfeitamente racionais” como nos modelos mainstream e que às vezes (ou muitas vezes) cometem erros cognitivos e tomam decisões sub-ótimas. Thaler e outros economistas comportamentais alegam que, então, o estado poderia nos ajudar a tomar decisões melhores.

Do ponto de vista da Ciência Política, essa conclusão esbarra em um problema tão banal quanto grave: o estado é uma organização feita de pessoas que também têm desejos, interesses, ambições, falhas de caráter, erros cognitivos tanto quanto os cidadãos, ou mais.
Continuar lendo “Se não somos racionais, os políticos tampouco são”

Pesquisa aponta: o Brasil é pouco corrupto

client-5

O Brasil não é tão corrupto como se pensa. É o que mostram os dados da última pesquisa do Barômetro Global da Corrupção (BGC), realizada pela ONG Transparência Internacional. Essa pesquisa mostra que apenas 11% dos brasileiros pagaram propina nos últimos 12 meses, fazendo o Brasil o país menos corrupto na América Latina e Caribe com exceção de Trinidad e Tobago. Ademais, essa mesma pesquisa mostra que, apesar da percepção ser alta sobre o quão corruptas são as instituições, porém ela não está entre as maiores; na verdade, somente 11 países têm uma percepção mais baixa de corrupção que a brasileira na América Latina. Continuar lendo “Pesquisa aponta: o Brasil é pouco corrupto”