Liberdade de expressão não é uma concessão estatal

5AlU5RYs

“O caso da decretação de prisão contra Danilo Gentili em razão de uma ação movida pela deputada Maria do Rosário é um caso extremo, porém representativo da frágil situação que a liberdade de expressão e outros direitos têm no Brasil.

O Brasil aparece como “parcialmente livre” nos rankings de liberdade de imprensa e liberdade na internet da Freedom House, sendo um dos países mais perigosos para se exercer o jornalismo. A Freedom House ainda afirma que a principal forma de censura são ações judiciais, o que é corroborado pelo Relatório de Transparência da Google que mostra que o Brasil está entre os países que mais enviaram ordens judiciais para retirada de conteúdo das plataformas dessa empresa. Os meios mais comuns de cerceamento da liberdade de expressão são jurídicos através dos chamados crimes contra honra. Nesse sentido, tal como afirma a Human Rights Watch a respeito do caso de Gentili, “leis que estabelecem sanções penais contra a injúria, a difamação e a calúnia são incompatíveis com a obrigação internacional de proteger a liberdade de expressão”.”
Clique aqui para ler tudo.

 

A política por trás do protecionismo

5AlU5RYs“Fala-se bastante das péssimas consequências econômicas do protecionismo. Na literatura acadêmica, este é um consenso praticamente unanime – são 92% dos economistas, segundo uma pesquisa da Universidade de Chicago; com exceção da Cepal, até mesmo os keynesianos concordam que o livre comércio é uma das maiores alavancas do crescimento. Segundo dados do Banco Mundial, o Brasil é a segunda economia mais fechada do planeta Terra, atrás do Sudão do Sul.

Continuar lendo “A política por trás do protecionismo”

Captura de Tela 2017-06-28 às 20.35.01O Lado Menos Pior

No mundo ideal, a política externa é pautada por princípios e valores, não há alianças fixas com ninguém e se olha caso por caso; as nações oprimidas têm líderes políticos democratas que se erguem contra os abusos das grandes potências. A realidade é bem diferente: no sistema internacional se lida com os interesses específicos dos grupos governantes e é preciso escolher.

 

Continuar lendo “”

Quem elegeu Bolsonaro?

5AlU5RYsBolsonaro não foi eleito porque metade dos eleitores brasileiros seria racista, machista e homofóbica. Não foi porque os homens e mulheres comuns seriam marionetes de fake news e grupos de WhatsApp. Ele não foi eleito por uma conspiração das elites contra a justiça social e os “pobres andando de avião”. Bolsonaro não foi eleito porque milhões de brasileiros se tornaram fascistas do dia para a noite, ou porque eleição sem Lula é golpe. Continuar lendo “Quem elegeu Bolsonaro?”

5 motivos pelos quais o Brasil melhorou politicamente nos últimos anos

huffington-post-95Todo mundo acha que a política brasileira não presta e que as coisas vão de mal a pior. Diversos escândalos políticos, sobretudo os revelados pela Operação Lava Jato, endossaram essa percepção popular. A verdade, no entanto, é que tudo isso sempre aconteceu: a diferença é que agora está se sabendo mais a partir dos meios de comunicação e investigações.

Continuar lendo “5 motivos pelos quais o Brasil melhorou politicamente nos últimos anos”